Demo image Demo image Demo image Demo image Demo image Demo image Demo image Demo image

Estender a mão para alguém sem esperança.

  • quinta-feira, 31 de março de 2011
  • Daiane Cristina

  • E se os países do Mundo mudassem de nome?
    Um se chamasse Amor, outro se chamasse Paz
    Outro se chamasse Flor, um outro Felicidade
    Que nenhum se chamasse Tristeza, nem incapaz
    Que nenhum precisasse de estender a mão à caridade.

    Um que se chamasse Fartura, um outro, Alegria,
    Ainda um que se chamasse Paraíso de pureza
    Ou ainda um outro que Éden se chamasse, lindo.
    Mas não é fácil mudar tudo disso tenho a certeza
    Porque me chamarão doido se caminho rindo.

    Outro que se chamasse Luar para ter vida prateada
    Outro que se chamasse Aurora, para ser boreal.
    E se houvesse um que se chamasse Fraternidade
    Onde todos pudessem dar a mão sem pensar ao mal
    Mas que bom seria um Mundo,nomeado Igualdade

    Nestes Países chamados Franqueza sem cinismo
    Todos poderíamos viver sem alguma rivalidade.
    No fim, todos queremos viver em Paz sem stress,
    Todos clamam para terem direito à liberdade
    Mas nem em todos Países, essa amada aparece.

    Oliviero Toscani

  • quarta-feira, 30 de março de 2011
  • Ernane
  • Dando continuidade as postagens sobre Oliviero Toscani, agora vamos mostrar mais uma de suas criações, só que agora, para a marca Benetton, que também gerou bastante repercussão pelo mundo, a campanha se referia ao preconceito racial.





    Apresento-lhes o corpo, por Emil Schildt

  • terça-feira, 29 de março de 2011
  • Nayara Silva Campos

  • Fotógrafo desde 1980, Emil Schildt mergulha qualquer observador de suas fotografias na sua técnica de líquidos e emulsões, musico clássico 'fracassado' começou a fotografar profissionalmente em 1987 e destaca-se por fotos se confundirem com pinturas a óleo, conhecido como gravura foto polímero http://bit.ly/hYUNPw .
    Na maioria dos trabalhos Emil tende pelo nu e pelo envelhecido, hoje no Brasil o nome do fotógrafo não é muito disseminado apesar da sua técnica surpreendente.

    Emil hoje é professor de fotografia em um colégio na Dinamarca e continua produzindo exposições e agradando o público interessado.


    Fotografar é uma arte e vale a pena saber mais

  • sexta-feira, 25 de março de 2011
  • Nayara Silva Campos
  • Olá amantes da fotografia =) ,

    Pesquisando sobre o que é essa arte na internet encontramos varias definições como : ‘’a técnica de criação de imagens por meio de exposição luminosa, fixando esta em uma superfície sensível.’’ , ‘‘Talvez a forma de transmitir formas de olhar o mundo, expressar algo, e abrangido pelo direito de expressão, qualquer um tem o direito de usar este meio.’’, entre outras definições o que nos mostra que a fotografia é uma das artes mais singulares que se pode ter já que o homem tem sua forma de pensar , sua visão particular e uma fotografia pode ser interpretada de varias formas.

    Então convidamos voce a compartilhar a sua visão com a gente..mostre-nos o seu trabalho, aguçe sua criatividade, repare no mundo ao redor de forma diferente e surpreenda-se com as paisagens que vc pode congelar no tempo.

    Em Belo Horizonte tá rolando inscriçoes para um curso de fotografia nawww.escoladeimagem.com.br é uma dentre as milhares de escolas fotográficas e oferece o curso completo ou por módulos é uma boa dica do nosso blog pra voce que quer se aprimorar.

    Bom Aqui vai uma foto capturada por mim, utilizei o macro que detalha em escala natural ou aumentada em até cerca de dez vezes seu tamanho natural (entre 1:1 e 10:1 de ampliação) para o efeito da aspiral. Críticas são sempre bem-vindas. Brigada galera e até o proximo flash
  • Ernane


  • Oliviero Toscani, é o fotógrafo mais polêmico do mundo publicitário. O italiano já criou varias campanhas que geraram muita repercusão pelo o mundo, mas nenhuma delas causou tanto, como uma peça criada para marca de roupas No-l-ita. O anúncio mostra a anoréxica francesa Isabelle Caro, uma modelo de 1,65 metros e 31kg, nua. E foi veiculado na semana de moda da Itália.

    A critica, políticos e o Instituto de Auto-Regulamentação Publicitária (IPA) italiana ficaram chocados com a peça e obrigaram a sua retirada das ruas e jornais. Eles consideraram o anúncio uma “violência visual” e foram contra pois “a campanha se apoiou em um problema social”. Mesmo recebendo o aval do Ministério da Saúde italiano, a veiculação da peça foi suspença.

    (c) Copyright 2010 photouniverso. Blogger template by Bloggermint